.NET

Testes de performance com o utilitário Siege

O aumento no número de usuários e de acessos a uma aplicação Web é uma preocupação central de muitos times de desenvolvimento. A indisponibilidade ou lentidão na operação de um site ou serviço pode resultar em sérias consequências, com ocorrências que variam da perda de inúmeros clientes a prejuízos financeiros significativos. Uma resposta a estes desafios seria a condução de testes automatizados de performance, com o intuito de avaliar o comportamento e até determinar eventuais limites de um sistema.

Read More…

Itens de configuração no ASP.NET 5: o que mudou em relação às versões anteriores?

Em Maio/2014 a Microsoft anunciaria durante o TechEd norte-americano uma grande novidade: tratava-se do ASP.NET vNext, uma plataforma remodelada para o desenvolvimento Web baseado no .NET Framework. Com uma forte ênfase na implementação de soluções voltadas a ambientes de cloud computing, esta evolução da tecnologia ASP.NET se destaca ainda por melhorias visando a obtenção de aplicações com uma maior performance em tempo de execução.

Read More…

Desativando o uso de XML em serviços Web API

Voltado ao desenvolvimento de serviços em conformidade com a arquitetura REST, o ASP.NET Web API suporta por default JSON e XML como formatos de representação de dados. Do ponto de vista prático, esta característica dispensa os desenvolvedores da necessidade de configurar um Web Service para prever estes padrões, algo que não aconteceria ao se implementar este tipo de construção com a tecnologia WCF (ao se empregar JSON uma série de configurações adicionais seriam necessárias, a fim de que um serviço fosse capaz de se adequar a este formato).

Read More…

Mensagens de erro customizadas no ASP.NET Web API

Embora relegado a um segundo plano, o tratamento de erros representa uma questão de fundamental importância nos mais variados sistemas de software. Por mais que num primeiro momento esta prática remeta à exibição de mensagens de alerta e ao logging de falhas ocorridas em um programa, existem outros tipos de ações que precisam ser levadas em conta na implementação de aplicações.

Read More…

Static Code Analysis no Visual Studio: analisando o código de aplicações implementadas em .NET

Como é do conhecimento de todos os envolvidos com a implementação de sistemas, o trabalho rotineiro dentro da área de desenvolvimento de softwares está sujeito a cobranças dos mais variados tipos. Pressões pela entrega de resultados em um tempo reduzido, a atuação simultânea em vários projetos, mudanças repentinas em requisitos e, até mesmo, diferentes níveis de proficiência técnica entre os membros de uma equipe são alguns dos fatores que podem afetar a qualidade do código-fonte produzido.

Read More…

Implementando um Value Object em CSharp

Bom pessoal neste post vou tentar explicar um pouco sobre Value Objects ou Objetos de Valor e demonstrar a implementação de um objeto de valor em CSharp.

Muitos objetos não possuem nenhuma identidade conceitual. Esses objetos descrevem alguma característica de alguma coisa. – Eric Evans

Read More…

1 2 3 4  Scroll to top